Você reclama daquilo que permite?

CARTA PRA VOCÊ

Se você anda reclamando daquilo que permite, está na hora de mandar um recado para si mesmo: MUDE. Parece estranho, mas essa atitude de reclamar do que permitimos é uma constante na vida de alguns. Insistimos em fazer "cara feia" por traz de quem nos faz mal, mas não temos coragem de agir em beneficio próprio, continuamos aceitar coisas que nos ferem a fim de não perder a relação seja esta de amizade, trabalho, amorosa etc.
Cada vez que nos permitirmos ser machucado e usado, tem um preço, o tempo de quando o copo da paciência transborda e da tolerância se esgota chega e ai tudo que poderia ser cortado de início ganha uma força absurda, os laços são desfeitos de forma que não resta nem o respeito. Não deixe que sua relação seja em que âmbito for chegue ao extremo do copo cheio, permita-se dizer não, permita-se não compactuar com o que vai longe aos seus princípios e vontade. Não podemos nos auto-obrigar a fazer aquilo que os outros querem por receio de perder aquilo que na real não temos, pois aqueles que nos estimam de verdade respeitam nossas escolhas ainda que não as entenda, ainda que não nos acompanhe. Quem cala consente, aceita, aprova e perde por mostrar que tem querer como também valores e personalidade afinal abdicar de ter voz é anular seu próprio Eu. Dizer NÃO quando necessário é um ato de respeito por si mesmo. Antes de reclamar do que continuam a fazer com você pergunte-se: POR QUE PERMITO? 

Autoria: Cigana Mah 
_________________________________________________
 Oráculista na Consultoria: Astral Cigano


Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo