Relações Kármicas


Laços Espirituais 

Acredito que todo mundo ao menos uma vez na vida já conheceu uma pessoa e sentiu tanta afinidade que tem a mesma como parte de sua família ou gostaria ao menos de tê-la mais próxima e isso não é por acaso. 

Às vezes por uma questão kármica nos distanciamos daqueles que em outras vidas amamos visto que a evolução espiritual é individual e nem sempre podemos está no mesmo caminho em sincronicidade, porém o elo é tão forte que a vida encontra um jeito do reencontro acontecer ainda que haja em meio a isso impossibilidades como: o outro morar em um país distinto, serem casados, questões financeiras, ter crenças e valores diferentes, a adoção (mãe e filho) e etc. 

A sensação de aquele rosto ser familiar, da voz ser confortável aos nossos ouvidos, da presença colorir o nosso dia, de sentirmos confiança em contar nossas dores, mas também sobre nossos sonhos e conquistas, são muitas as percepções que nos provam que ninguém se aproxima de nós por acaso basta que tenhamos um pouco de crença de que a vida não acaba nesse plano.

Pessoas afins se conectam, por isso quando estamos numa fase ruim, acabamos por atrair quem nos deixe ainda pior. Lembre-se dos pensamentos que você teve quando atravessou um momento complicado de sua vida, lembre-se quais pessoas você afastou e qual você manteve próxima. Acontece que nossa energia é um imã e se estamos vibrando no negativo atrairemos energia similar, acabamos nos perdendo em nossas próprias atitudes.  É possível mesmo passando por um momento difícil mantermos acesa a positividade e isso faz com que cheguem coisas boas o que inclui pessoas que nos ajudam direta ou indiretamente a atravessar a fase. 

A desafinidade quando não é fruto da imaturidade e quando nos causa desconforto ou mesmo problemas também pode ser uma questão kármica. Para dá um disgnóstico a respeito é preciso analisar o caso, por isso é muito importante que ao procurar um profissional que faça Análise Kármica levar em consideração aspectos como: nível de consciência dos envolvidos, crenças limitantes, ego, problemas psicológicos e ou espirituais como a pessoa está obsediada por espíritos de baixa vibração e etc. Nem sempre a desafinidade acontece com quem está distante (vizinhos, pessoas no trabalho, na faculdade, grupo social) ás vezes dentro da própria família ocorre gerando sérios problemas principalmente por envolver o sentimento de remoroso. Em casos, por exemplo, de mães narcisistas o filho sente-se cometendo um erro por escolher o afastamento. 

Nada é mais forte que um laço espiritual, por isso nada pode segurar aquilo que precisa acontecer, não existe nada que possa aprisionar o que foi permitido pela lei maior kárrmica. No processo dos resgates kármicos também surgem novas pessoas que vêm contribuir de alguma forma para nossa missão e evolução nesta dimensão e essas quando tocam nossa vida de forma significativa e afetiva podem numa próxima encarnação fazer parte do nosso convívio de forma mais próxima por escolha mútua. 


Autoria: Cigana Mah 🌷
_________________________________________________
Oráculista na Consultoria: Astral Cigano

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ Ao compartilhar cite a autoria.




4 comentários

  1. Relações kármicas não resolvidas são repetidas até conseguirmos evoluir. De repente encontramos almas do passado distante e o Universo nós une. Viver é a melhor experiência.

    ResponderExcluir
  2. Relações kármicas não resolvidas são repetidas até conseguirmos evoluir. De repente encontramos almas do passado distante e o Universo nós une. Viver é a melhor experiência.

    ResponderExcluir
  3. Relações kármicas não resolvidas são repetidas até conseguirmos evoluir. De repente encontramos almas do passado distante e o Universo nos une. Viver é a melhor experiência.

    ResponderExcluir
  4. Relações kármicas não resolvidas são repetidas até conseguirmos evoluir. De repente encontramos almas do passado distante e o Universo nos une. Viver é a melhor experiência.

    ResponderExcluir

Topo