Libertação das Dívidas Kármicas, Superação e Transcendência do Ego


Libertação Kármica Através dos Mantras


Ao longo das reencarnações (SAMSARA) que tivemos vamos acumulando dívidas e para começar a saná-las é preciso que o despertar espiritual aconteça. Apenas a iluminação quebra o ciclo da reencarnação, mas enquanto tivermos questões para serem resolvidas reencarnaremos. 

Com certeza você já deve ter se perguntado ou mesmo questionado alguém que julga ser mais esclarecido nos aspectos espirituais porque o sofrimento existe. Certo? Então vou dividir um pouco dos meus aprendizados com você. Essa vida é uma escola, estamos aqui para aprender e para compartilhar. O kárma não é uma vingança de um Ser Supremo sobre nós, mas sim uma lição que precisamos aprender. Você já deve ter escutado a frase que quando não mudamos nossas ações as consequências se repetem não é verdade, pois é exatamente assim no ciclo reencarnatório, ganhamos uma chance de nos redimirmos, de nos acertamos com quem tivemos problemas nas vidas passadas, mas para isso precisamos equilibrar nosso ego, pois ele em desequilíbrio dificulta nossa percepção no que diz respeito a tudo que envolve nossa evolução espiritual. Temos o livre arbítrio de escolher o que semear, mas existe uma lei suprema que julga nossos atos e que aplica nossa sentença, sendo assim não há como nos escondermos do tempo da colheita. 

Como saber se o que você faz é o certo ou o errado? Bem, acredito no meu nível de consciência atual e por isso suscetível a erro ou mesmo a ser modificado ou ampliado que podemos partir do princípio de fazermo-nos a seguinte pergunta: Meus atos estão fundamentados em que princípios? Reflita a respeito de suas atitudes consigo mesmo e com os outros. O que motiva sua vida? Quando você acorda qual a primeira atitude que tem? Qual sua responsabilidade a cerca das coisas que julga ter acontecido de ruim? Você associa esses acontecimentos negativos a alguma atitude que teve? O que você tem feito em prol de ajudar seu próximo? Você traça ou já traçou planos de vingança? Você já fez trabalhos espirituais para mexer com o livre arbítrio de alguém? Como é a sua relação com seus pais e com seus filhos? Você agride seu corpo com comportamentos que sabe que não são benéficos? Já cobiçou o que não era seu por direito? Já separou uma família? Já foi desleal com alguém? Reflita! Perdoe seu semelhante! Perdoe-se! Faça escolhas diferentes! A reencarnação é uma oportunidade. 

Para quem gosta do sentido literal do mantra que estamos apresentando hoje OM vem do Devanágari (alfabeto) escrita utilizada na língua hindu. Segundo o hinduísmo é a vibração que Deus cantou antes de criar o universo, por isso quando quiser começar qualquer coisa, importante, recite essa sílaba poderosa. NAMO é a saudação ou cumprimento ao poder divino é uma forma de mostramos nossa reverência a uma consciência mais elevada. BHAGAVATE: respeito ao Senhor, ou seja, a maneira como tratamos um Ser Divino. VASUDEVA é o nome da família carnal que criou Krishna. YA, quando acrescentado no final significa a característica ativa (masculina) do mantra.

No sentido filosófico e amplo esse mantra evoca Krishna (manifestação de Deus na cultura Hindu) como homem semelhante a cada um de nós, que antes de se iluminar teve dores, amores, paixões, tristezas, erros, dúvidas e alegrias. Então, Krishna conhece o sofrimento humano e sabe como é difícil transcendermos o ego. Ao recitarmos o mantra “Om Namo Bhagavate Vasudevaya” nos colocamos nas mãos desse ser iluminado, entregamos a ele nosso ego e consequentemente tudo que o desequilíbrio deste causou e tem causado. Podemos chamar esse cântico de Moksha, Mukti ou como Mantra para Quitação das Dívidas Kármicas visto que sua funcionalidade é a libertação do ciclo do renascimento e da morte nos conduzido ao conhecimento e à iluminação espiritual.

Nos atendimentos que usei esse mantra como ferramenta alternativa terapêutica ele ajudou muito nos processos de cura emocional de quem tinha pensamentos recorrentes oriundos de questões onde a pessoa sabia que tinha errado, mas não conseguia pedir perdão ou mesmo perdoar-se. Auxiliou extremamente nos processo de libertação onde algumas pessoas precisavam encerrar um ciclo dando liberdade a um parceiro (a) no contexto relacional, amoroso, amizade e pais e filhos. Realmente é um mantra que nos ajuda no processo de transcendência do ego, desapego e da expansão da consciência. 

O que você irá sentir ao escutar esse mantra é uma experiência particular e intransferível. Escutar um mantra mexe com nossas questões mais profundas, ele desnuda nossas dores colocando-as expostas para que possam ser curadas. Você pode chorar ou mesmo sorrir, mas uma coisa é certa você não terá vergonha de colocar para fora os seus sentimentos. O mantra é vivo e ele tocará sua alma. Ninguém é o mesmo depois de inserir em sua vida o poder dos mantras. 

Autoria: Cigana Mah 🌷
_________________________________________________
Oráculista na Consultoria: Astral Cigano

Ouça esse mantra aqui → https://www.youtube.com/watch?v=E0BvMBhVV2U

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Topo